Vou contar para vocês um pouco da história do Bom Retiro.

Bom Retiro é um distrito situado na região central da cidade de São Paulo. Trata-se de uma região essencialmente comercial, com a áreas industriais e residenciais em constante processo de decadência.

O distrito é atendido pela Linha 1 (Azul) do Metrô de São Paulo e pelas linhas 7, 8, 10 e 11 da CPTM. Futuramente, também será atendido pela Linha 4 (amarela) do Metrô de São Paulo.

O Bom Retiro era considerado uma região importante no passado, quando as estações da São Paulo Railway e da Estrada de Ferro Sorocabana, junto à época com o único parque público da cidade, o Jardim da Luz, faziam parte de belos e elegantes pontos de chegada e partida de viajantes, notadamente abastados fazendeiros de café que tinham suas majestosas residências na capital.

Mais tarde, tornou-se um local de concentração industrial, quando viu, na década de 1960 essas indústrias pouco a pouco cederem seu espaço a um ativo comércio de roupas e moda, mesclado com pequenas indústrias de confecção e tecelagem. À época, o bairro já era um pólo que concentrava comerciantes judeus e sírio-libaneses, os quais mais tarde migrariam para outros bairros mais distantes do centro.

Possuidor de uma importante herança patrimonial e cultural da cidade, o Bom Retiro abriga a Pinacoteca do Estado de São Paulo, o Museu de Arte Sacra de São Paulo, o Museu da Língua Portuguesa (dentro da Estação da Luz), a Estação Pinacoteca (no antigo DOPS) e o Centro de Estudos Musicais – Tom Jobim. A Estação Júlio Prestes foi restaurada e atualmente abriga a Sala São Paulo, sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP). O antigo solar que pertenceu ao Marquês de Três Rios, Joaquim Egídio de Sousa Aranha, em sua Chácara “Bom Retiro” e mais tarde, abrigando a Escola Politécnica da USP hoje abrigando a FATEC e a ETESP.

O Jardim da Luz é o mais antigo parque da cidade e é uma das poucas áreas verdes de sua região central.

Atualmente o distrito possui muitos moradores de baixa renda, principalmente de moradias coletivas (cortiços). É o segundo reduto oriental da cidade, sendo conhecido como a “Liberdade” dos coreanos, que controlam dois terços do comércio e da indústria de roupas da região.

Curiosidades

  • Tratava-se de uma chácara, a “Chácara Bom Retiro”, onde, no século XIX, era destinada ao recreio de famílias ricas, dentre elas a do Marquês de Três Rios, fazendeiro campineiro, que exerceu a presidência do governo de São Paulo e onde hospedou a família imperial. No bairro é homenageado com a rua Três Rios.
  • A Hospedaria dos Imigrantes localizava-se anteriormente no Bom Retiro. Permaneceu lá até o final da década de 1880, quando então foi transferida para o Brás.
  • O Bom Retiro já foi um bairro no qual predominavam as comunidades de imigração italiana, judaica e grega. Hoje, além dessas, é muito forte a presença coreana, chinesa e hispano-americana (notadamente boliviana).
  • O Sport Club Corinthians Paulista foi fundado por moradores do Bom Retiro, da colonia italiana, no ano de 1910, na Rua José Paulino.

Texto extraído do Wikipedia.

Anúncios